Páginas

segunda-feira, 21 de junho de 2010

Não tente



Não queira me fazer feliz, nem tente. Não me procure na sua nova namorada. Não me conte seus segredos. Não queira saber do meu dia sem você. Não finja que não liga, enquanto lê escondida todas as minhas estórias. Elas não são pra você. Elas não são sobre você. Nem essa aqui é pra você. Ela é pra mim. Pro meu ego tranqüilo, por ter virado a página que você escreveu na minha história. E depois me deixou, passeando pelo mundo, para ir passear pelo céu natalino, montada em um trenó qualquer, em busca daquela estrela na calçada da fama. Cata!Cata logo as migalhas que você anda jogando pelo chão, porque eu não vou te seguir. Nem pense. Tira esse sorriso do meio da cara. Ainda gosto de Chico Buarque, porém não escuto mais pregações tortas. Agora eu ando em bares sujos e bebo o sangue das feridas. As porras das feridas, que mesmo você não ligando, nunca cicatrizaram.E talvez foi por isso mesmo. Você me sangrou a alma e unhas afiadas não chegam mais tão perto. Por isso a sua maldita cicatriz, vai ser aquela que sempre estará lá. Mais que nunca mais verei refletida no espelho.

4 comentários:

Dan disse...

Magnífico.
Explosivo.
Denso.
Claro.
Vivo.

Principalmente, vivo!

Muito, muito bom... =D

[CAROL][SOBER] disse...

Amei seu blo...axei o link em uma comunidade da Shane...gostei mto mto msm...bjok

Iyasanã Moura disse...

Tenso!

Gabriela Marques disse...

Amri demais o texto, estou sem palavras para descreve-lo, simples e ao mesmo tempo complexo. Gostei demais.

Obrigada pela visita. Volte sempre!
Beijos.